Revista de Economia e Sociologia Rural
https://www.revistasober.org/article/5dd56f7d0e88257165c8fca6
Revista de Economia e Sociologia Rural
Artigo original

A CONSIDERAÇÃO DE TENDÊNCIAS NA OTIMIZAÇÃO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA SOB CONDIÇÕES DE RISCO

Benedito Silva Neto, Valter José Stulp

Downloads: 0
Views: 764

Resumo

O objetivo deste trabalho é desenvolver um modelo de programação matemática que permita otimizar sistemas de produção considerando as tendências dos resultados econômicos das atividades sem deixar de considerar adequadamente as variações aleatórias. A formulação do modelo está baseada na otimização dos desvios interanuais das séries históricas dos resultados econômicos das atividades. Foram comparadas soluções de simulações numéricas deste modelo com soluções obtidas com o modelo de minimização da variância e com o modelo de minimização dos desvios absolutos, sendo estes últimos modelos testados com e sem a aplicação de regressões lineares. Os resultados obtidos indicam que o modelo de otimização dos desvios interanuais discriminou as atividades segundo as tendências dos seus resultados econômicos, aumentando nas soluções os níveis das atividades com resultados crescentes e diminuindo os níveis das atividades com resultados decrescentes. A aplicação de regressões lineares aos modelos de minimização da variância e de minimização dos desvios absolutos não possibilitou que estes discriminassem as tendências dos resultados. Na ausência de tendências positivas ou negativas nas séries históricas, o modelo de otimização das diferenças interanuais apresentou uma capacidade de minimizar a variância superior ao modelo de minimização dos desvios absolutos.

Palavras-chave

Otimização, Sistemas de Produção, Risco.

Referências

HAZELL, P. B. R. A Linear Alternative to Quadratic and Semivariance Programming for Farm Planning Under Uncertainty. American Journal ofAgricultura[ Economics, 53 (1):53-62, 1971.

KENNEDY , J. S. & FRANCISCO, E. M. On the Formulation of Risk Constraints for Linear Programming. Journal of Agricultura! Economics, 25 (2):129-144, 1974.

KROLL, Y., LEVY, H. & MARKOWITZ, H. R. Mean-Variance versus Direct Utility Maximization. The Journal ofFinance, vol. XXXIX, No. 1, p. 47-61, março de 1984.

KAYLEN, M. S., PRECKEL, P. V. & LOEHMAN, E. T. Risk Modeling via Direct Utility Maximization Using Numerical Quadrature.  Americanlournal ofAgricultura[ Economics. 69 (3): 701-706, 1987.

LAMBERT, D. K. & McCARL, B. A. Risk Modeling Using Direct Solution of Nonlinear Aproximations of the Utility Function. American Journal ofAgricultura[ Economics. vol. 67 p. 846-852, 1985.

MARKOWITZ, H. M. Portfolio Selection, Journal ofFinance vol. 7, p. 77-91, 1952.

PULLEY, L. B., , Mean-Variance versus Direct Utility Maximization: a Comment. The Journal ofFinance, vol. XL, no. 2, p. 601-602,junho de 1985.

REID, D. W. & TEW, B. V. , Mean-Variance versus Direct Utility Maximization: a Comment. The Journal ofFinance, vol. XLI, no 5, p.1177-1179, dezembro de 1986.

ROBINSON, L. & BRAKE, J. Application of Portfolio Theory to Farmer and Lender Behavior. American Journal ofAgricultura[ Economics. 61 (1): 158-164, fevereiro 1979.

STULP, V. J. Effects ofFertilizer Prices under Risk on the Production ofWheat and Soybeans in Brazil. (Tese de Doutorado) Universidade de Kentucky. Lexington. Kentucky. Estados Unidos. 1977.

5dd56f7d0e88257165c8fca6 resr Articles
Links & Downloads

resr

Share this page
Page Sections